Professor Rodrigo Viana 




Partilhe este Site...




Total de visitas: 22572
Contatos Sociais
Contatos Sociais

ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO BOTELHO

ENSINO MÉDIO – 1° ANO

SOCIOLOGIA – VIVER EM SOCIEDADE – TEXTO II

PROFESSOR: RODRIGO VIANA

 

CONTATOS SOCIAIS: ONDE COMEÇA A INTERAÇÃO

 

            O contato social está na origem da vida em sociedade. É o primeiro passo para que ocorra qualquer associação humana. Por meio dele, as pessoas estabelecem relações sociais, criando laços de identidade, formas de atuação e comportamento que são a base da constituição nos grupos sociais e da sociedade.

         Os contatos sociais podem ser primários ou secundários.

         Contatos sociais primários: São os contatos pessoais, diretos, e que têm uma forte base emocional, pois as pessoas envolvidas compartilham suas experiências individuais. São exemplos de contatos sociais primários: os familiares (entre pais e filhos, entre irmãos, entre marido e mulher); os de vizinhança; as relações sociais na escola, no clube, etc. As primeiras experiências do indivíduo se fazem com base em contatos sociais primários.

         Contatos sociais secundários: São os contatos impessoais, calculados, formais. Dois exemplos: o contato do passageiro com o cobrador do ônibus para pagar a passagem; o contato do cliente com o caixa do banco para descontar um cheque. São também considerados secundários os contatos impessoais mantidos por meio de carta, telefone, telegrama, e-mail, etc.

         É importante destacar que as pessoas que têm a vida baseada mais em contatos primários desenvolvem personalidades diferentes daquelas que têm uma vida com predomínio de contatos secundários.

         A personalidade de um lavrador, por exemplo, é bem diversa da de um empresário urbano. O lavrador vive em geral num mundo comunitário, onde quase todas as pessoas se conhecem e executam as mesmas atividades. Mantém relações familiares e de vizinhança muito fortes e em sua comunidade há um padrão de comportamento bastante uniforme. Não há mudanças sociais significativas no decorrer de sua vida e ele viverá, provavelmente, da mesma forma que seus pais.

         Já o empresário estabelece um número mais amplo e complexo de contatos sociais: com seus empregados, seus clientes, sua família, seus vizinhos, com outros empresários, etc. A maior parte desses contatos é impessoal, formal ou momentâneo. Com a industrialização e a conseqüente urbanização, diminuíram os grupos de contatos primários, pois na cidade predominam os contatos secundários.

         Nos grandes centros urbanos, as relações humanas tendem a ser mais fragmentadas, dinâmicas e impessoais, caracterizadas por um forte individualismo, pois a proximidade física não significa necessariamente proximidade afetiva.

Questões:

  1. Explique, com suas palavras, o que é contato social.
  2. Cite dois exemplos de ambientes ou de grupos que contribuem ativamente para a socialização do indivíduo.
  3. Cite dois exemplos de contatos primários e dois de contatos secundários.
  4. Cite um exemplo de interação social que ocorre na família.
  5. Explique, com suas palavras, as diferenças entre a personalidade de pessoas que têm a vida baseada mais em contatos primários daquelas que têm uma vida com predomínio de contatos secundários.